Cultura

Teatro Experimental de Cascais encena "Peter Pan" no contexto da exposição de Paula Rego

"O Mundo Fantástico de Paula Rego" estará em exposição no Centro Comercial do Colombo, em Lisboa, até dia 27 de setembro e a apresentação da peça de teatro "Peter Pan", no âmbito desta exposição, será no dia 9 de setembro.

O Teatro Experimental de Cascais (TEC) leva à cena, em Lisboa, no centro comercial Colombo, a peça "Peter Pan", uma adaptação de Miguel Graça do texto original de James Barrie, com encenação de Carlos Avilez.

A apresentação da peça, na praça central daquele espaço comercial, no dia 9 de setembro, às 19h00, insere-se na exposição "O Mundo Fantástico de Paula Rego", que recentemente foi renovada com a inclusão da série "Peter Pan", substituindo a série inspirada na obra literária "Jane Eyre".

Para a apresentação desta peça, o TEC realizou um casting com o intuito de escolher um rapaz e uma rapariga "que melhor talento venham a demonstrar na arte da representação". Os escolhidos foram João Fialho, que irá representar a personagem "Adeusinho" e Catarina Robim, que será "Lily Tigresa".

Os jovens atores vão fazer parte de um elenco constituído por Ruy de Carvalho (o narrador), FF (Peter Pan), Bárbara Branco (Wendy), Henrique Carvalho (Estrelado), Luiz Rizo (Capitão Gancho), Sérgio Silva (Senhor Darling) e Teresa Côrte-Real (Sehora Darling e Sereia), e ainda Hugo Nicholson Teixeira (Maizomenos), Pedro Russo (Michael), Renato Pino (Viscoso), André Marujo (Pássaro e outras personagens), João Pecegueiro (John), João Santos (várias personagens), José Matos de Oliveira (Sininho), Luís Duran (várias personagens), Pedro Peças (Nana) e Rúben Costa (várias personagens).

Carlos Avilez qualificou a apresentação desta peça como uma "iniciativa muito importante para o TEC", realçando que o facto de o projeto envolver o trabalho de Paula Rego "é motivo de elogio". "Para os artistas portugueses é muito importante existir estes apoios e ter, por parte de uma organização como o Centro Colombo, este interesse a nível cultural", acrescentou.

A peça é uma produção de Fernando Alvarez, que assina a cenografia, apontando-a como um grande desafio, que teve como "principal motor" na sua realização o universo de Paula Rego e a sua visão pessoal sobre a obra "Peter Pan".

"A inspiração adveio das gravuras da série Peter Pan que a Paula Rego nos apresenta, de uma forma fantástica e violenta, cruel e sonhadora. Procurei o equilíbrio destes dois pratos da balança - o mundo infantil e cruel e o mundo adulto, fantasioso e secreto", afirma Alvarez em comunicado enviado à agência Lusa. Alvarez referiu-se ao cenário como "mágico de cores, formas, sequências e imagens", o qual está a ser trabalhado "ao pormenor".

O projeto da exposição de Paula Rego, num espaço idealizado pelos arquitetos Diogo Aguiar e João Jesus, e a apresentação da peça pelo TEC, no dia 9 de setembro, faz parte da 7.ª edição do projeto "A Arte Chegou ao Colombo".

Lusa