Cultura

Bill Cosby aguarda sentença por agressão sexual em casa com monitor GPS

TRACIE VAN AUKEN

O ator norte-americano Bill Cosby, condenado por três crimes de agressão sexual agravada, vai ficar confinado à sua residência e com um monitor GPS enquanto aguarda a leitura da sentença, ordenou hoje um juiz.

Bill Cosby, acusado de drogar e abusar sexualmente de uma mulher na sua mansão dos subúrbios de Filadélfia em 2004, foi na quinta-feira considerado culpado de agressão sexual agravada, tendo a sentença de ser emitida num prazo de entre 60 e 90 dias, embora não tenha ainda sido definida uma data.

A equipa da defesa de Bill Cosby classificou hoje o seu julgamento como "um linchamento público" e começou a preparar um recurso que se centrará na decisão do juiz de permitir que uma série de mulheres testemunhassem afirmando terem sido, também elas, vítimas de abuso do ator.

Alegações de que um dos membros do júri não era imparcial e a admissão do explosivo depoimento de Cosby sobre drogas e sexo são outros possíveis motivos de recurso da defesa do antiga estrela televisiva, de 80 anos, para impedir que passe o resto dos seus dias na prisão.

Embora possa ser condenado a até dez anos de prisão por cada um dos três crimes de que foi considerado culpado, é provável que a sentença seja inferior, em função das penas habitualmente atribuídas na Pensilvânia.

Mas dada a sua idade, mesmo uma pena reduzida, poderá significar a morte atrás das grades.

Lusa