Cultura

Philippe Vergne é o novo diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves

O curador francês Philippe Vergne foi nomeado esta quarta-feira Diretor do Museu de Arte Contemporânea de Seralves, devendo assumir funções em abril.

O anúncio foi feito pelo Conselho de Administração da Fundação de Serralves, que justifica a nomeação com a “sólida carreira, desde sempre ligada à arte contemporânea, Philippe Vergne liderou algumas das mais prestigiadas instituições de arte dos Estados-Unidos e da Europa”.

O processo de seleção contou com a assessoria de diretores de museus internacionais, que foram unânimes na escolha de Philippe Vergne como “candidato excecional para assumir a Direção do Museu de Arte Contemporânea de Serralves”.

Vergne estudou direito, arqueologia e história de arte moderna em Paris. Foi condecorado em 2004 e 2014 pelos 24 anos de serviço à arte.

Em março abandonará o cargo de diretor do Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles (MOCA), que ocupou durante os últimos quatro anos. Philippe Vergne traz “uma visão artística sólida e inspiradora (…) e a sua nomeação abre um novo e significativo capítulo para Serralves”.