Cultura

O português que quer conquistar o mundo através do flamenco

Paulo Padrela Photographer

À conversa com João Lara Pereira, um bailarino português dividido entre Lisboa e Sevilha e apaixonado por flamenco.

João Lara Pereira é o primeiro bailarino português de flamenco a ser premiado em Espanha, no Concurso Internacional de Baile Flamenco Puro, que decorreu este ano no Festival de Jerez. O bailarino, de 27 anos, recebeu o Prémio Especial Centro de Baile Jerez - Fama Flamenca e nos Prémios do Júri foi um dos vencedores da Categoria dos Solistas Profissionais Adultos.

"Poder receber estes dois prémios foi uma grande emoção e um reconhecimento de todos estes anos de trabalho.

Foi um passo importante na minha carreira profissional como bailarino e de poder demonstrar que em Portugal também se faz flamenco de qualidade."

"Antes de atuar agradeço sempre a oportunidade de estar a viver o meu sonho que é dançar"

Portugal e Espanha "ocupam um lugar muito importante na minha vida"

João Lara divide o tempo entre Lisboa e Sevilha a fazer e a ensinar aos outros aquilo que mais gosta.

"Divido a minha semana entre Sevilha onde continuo a minha formação e atuo em tablaos (locais onde são apresentados espetáculos de flamenco) e Lisboa onde atuo também e dedico-me a formar futuras/os bailarinas/os de flamenco. (...)

Poder transmitir aos alunos aquilo que nos transmitiram é algo que me parece muito enriquecedor. E atuar enche-me também a alma.", comenta.

DR

DR

"Com 13 anos surgiu a oportunidade de começar a aprender esta dança e nunca mais parei"

A cultura das sevilhanas sempre esteve presente na vida do artista. Depois disso, surgiu o interesse pelo flamenco, um pouco por influência de um familiar.

"O meu avô é sevilhano e desde pequeno que tive um grande interesse por aprender sevilhanas e flamenco.

Com 13 anos surgiu a oportunidade de começar a aprender esta dança e nunca mais parei. Fui para a faculdade onde tirei a licenciatura e mestrado em Engenharia Zootécnica mas as aulas de flamenco sempre estiveram presentes.

Quando terminei o mestrado decidi que era o momento de ir para Espanha e entrei no Conservatorio de Danza de Sevilha onde terminei os seis anos de formação.", contou João Lara à SIC Notícias.

DR

DR

Em 2018, o artista participou no programa de talentos Got Talent Portugal e foi finalista.

"Participar no Got Talent Portugal foi uma experiência muito enriquecedora. Contribuiu principalmente para a divulgação do flamenco em Portugal e a nível de divulgação do meu trabalho também foi importante."

Os palcos que mais marcaram o bailarino...

"Em Sevilha, pisar o palco Lope de Vega como bailarino principal no espetáculo do conservatório foi bastante importante e marcante.

Ainda em Sevilha, quando pisei o palco CajaSol na companhia de flamenco de José Galván, também foi muito importante, uma vez que me tornaria o primeiro bailarino português de flamenco a entrar numa companhia profissional de flamenco em Espanha".

DR

DR

"Em Portugal também houve vários palcos importantes que me marcaram nomeadamente o Coliseu dos Recreios quando participei pela primeira vez no Festival de Flamenco de Lisboa e também quando participei nas audições do programa Got Talent 2018."

João Lara num tablao em Sevilha

"Quero continuar a ser pioneiro em várias conquistas no mundo do flamenco"

Em relação ao futuro, diz que quer continuar a dançar e a ensinar flamenco, "ajudar futuros bailarinos a seguirem o caminho do flamenco" e montar uma companhia de dança flamenca. Se vai ser em Espanha ou Portugal, não é certo.

João Lara sublinha que estará "sempre ligado a Espanha e Portugal e que muitos dos projetos futuros passam por ambos países".

  • Visíveis - Ruca
    31:30
  • A reação do presidente do Benfica no momento em que se sagra campeão
    0:35