Cultura

Shakira ouvida em tribunal por acusação de plágio da música "La Bicicleta"

Jamal Saidi/ Reuters

Esta não é a primeira vez que Shakira se vê envolvida numa acusação de plágio.

A cantora Shakira esteve hoje no tribunal de Madrid, em Espanha, para responder às acusações de plágio do tema "La Bicicleta" feitas pelo cantor e produtor cubano Liván Castellano Valdés, no início de 2017.


O cantor Carlos Vives, que colaborou com a cantora colombiana, contra quem também é dirigida a acusação de plágio, será ouvido na quinta-feira, informaram fontes legais à agência EFE.


Liván Rafael Castellano Valdés diz que a música "La bicicleta" copia fragmentos de sua música de 1997 "Yo te quiero tanto tanto".


Na música de Shakira e Carlos Vives, o coro canta "que te sueño y te quiero tanto", e na de Liván a frase ouvida é "yo te quiero, yo te quiero tanto".


O cantor cubano argumenta, na sua ação judicial, que enviou a Carlos Vives, por meio da companhia musical Sony ATV, uma "amostra da música para ele cantar", mas o cantor "decidiu reproduzir um fragmento" da mesma sem a sua permissão.


A queixa foi apresentada pelo compositor e produtor cubano Liván e pela sua editora Maryla Dianick Romeu (MDRB Music Publishing) contra Shakira, Carlos Vives, Andres Eduardo Castro, a Sony Music Publishing Latina e outras nove produtoras.


O tema "La bicicleta", gravado por Carlos Vives e Shakira e produzida por Andrés Castro, ganhou o Grammy Latino de Melhor Canção em 2016 e já vendeu mais de 210 mil cópias em todo o mundo.


Esta não é a primeira vez que Shakira se vê envolvida numa acusação de plágio uma vez que, em 2014, um juiz de Nova Iorque determinou que o single "Loca" (versão em espanhol) era afinal um plágio de uma canção do dominicano Ramón Arias Vázquez, cujos direitos eram da produtora Mayimba Music.

Lusa