Cultura

Comprou bilhete para ir ver Snow Patrol? Deco deixa alerta

twitter.com/snowpatrol

A banda britânica cancelou o concerto no Festival Marés Vivas, no Porto.

A Deco alertou esta quinta-feira os consumidores para solicitarem o reembolso do valor pago pelo bilhete do Festival Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia, perante o cancelamento do concerto da banda Snow Patrol, cabeça de cartaz de 19 de julho.

"A Deco esclarece que, estando em causa um artista principal, os consumidores que tenham perdido interesse no festival em face do cancelamento devem solicitar o reembolso do valor pago pelo bilhete ao promotor do espetáculo, neste caso, a empresa Pev Entertainment", referiu a associação, em comunicado.

Na terça-feira, a Pev Entertainment anunciou que a banda cancelou o concerto devido a doença de dois dos seus membros, sendo "impossível" dar continuidade à digressão europeia agendada para este verão.

"A Pev Entertainment lamenta que os Snow Patrol não subam ao palco do Marés Vivas e, em virtude desta mudança, confirma os irlandeses Kodaline", salientou.

Apesar de anunciada esta substituição, a Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor considerou que "pouca ou nenhuma" informação está disponível aos que pretendam o reembolso do bilhete adquirido.

"A Deco acompanhará de perto a situação e poderá mediar as reclamações junto do promotor, as quais podem ser enviadas para: [email protected]", destacou.

Além disso, a associação explicou que poderá ser apresentada uma reclamação junto da Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), entidade que apreciará o pedido de restituição mediante a reclamação dos interessados.

Alguns episódios anteriores de cancelamento em festivais de música não tiveram o melhor desfecho para os consumidores, sublinhou a Deco, acrescentando que é por isso que vem reivindicando uma clarificação do regime legal.

"Tendo, aliás, já apresentado proposta junto da IGAC para a alteração ao regime jurídico dos espetáculos que melhor se adeque ao desenvolvimento do mercado e aos multi espetáculos que se têm vindo a tornar tão populares", sustentou.

A Deco defende, entre outros aspetos, a clarificação do regime que garanta uma proteção acrescida do consumidor em multieventos, nomeadamente nas situações de cancelamento ou substituição de artistas, tornando mais claro o regime dos espetáculos, e assegurando que, em situações como esta, os consumidores sejam ressarcidos de forma célere e sem entraves.

O Festival Marés Vivas decorre de 19 a 21 de julho e tem já confirmada as atuações de Ornatos Violeta, Sting, Kodaline e Keane, Mishlawi, Os quatro e meia, Mando Diao, Carlão, Don Broco, HMB, Morcheeba, Tiago Nacarato, Beatriz Pessoa, The Lazy Faithfull, Biya, Maria Bradshaw, Tainá, Joana Espadinha, João Só, Plutónio, Kappa Jotta, DJ Oder, Valas, Eva RapDiva, Domi e Bispo, entre outros nomes.

Lusa