Cultura

Salas de cinema tiveram mais espectadores no primeiro semestre do ano

Charlie Neibergall / AP

Filmes de animação e de super-heróis foram os que levaram mais espetadores às salas de cinema portuguesas.

Os cinemas portugueses receberam mais 60.905 espectadores no primeiro semestre deste ano do que no mesmo período de 2018, por causa de filmes de animação e de super-heróis, revelou esta terça-feira o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

Segundo dados estatísticos do ICA, entre janeiro e junho deste ano, as salas de cinema receberam 6.680.922 espectadores, ou seja, mais 0,9% do que o primeiro semestre de 2018.

Quanto a receitas de bilheteira, o saldo é ligeiramente negativo, com quebras de 0,2% para um total de 35.602.909 milhões de euros.

O aumento ligeiro do número de espectadores relaciona-se sobretudo com as estreias dos filmes "Vingadores: Endgame", que se estreou em abril e somou mais de 662 mil entradas, e a animação "A vida secreta dos nosso bichos", estreado a 6 de junho e visto por 199 mil pessoas.

Aliás, os meses de abril e de junho são os que apresentam melhores resultados de audiência em sala, com subidas de mais de 30% e 20% respetivamente, comparando com os mesmo meses de 2018, precisamente por causa daqueles filmes.

Os três filmes mais vistos pelos portugueses no semestre passado, somando 1,2 milhões de espectadores, foram "Vingadores: Endgame" (662.394), "Dumbo" (294.221) e "Capitão Marvel" (287.385).

Entre a produção portuguesa estreada em sala, o filme mais visto foi "Snu", de Patrícia Sequeira, com 82.655 espectadores.

A NOS Lusomundo Cinemas e Audiovisuais, líderes do mercado no circuito comercial, terminaram o semestre com valores positivos, com uma subida de 9,8% na distribuição de filmes e de 1,5% na exibição.

Do total das 557 salas de cinema do circuito português, 218 pertencem à NOS Lusomundo Cinemas.

Lusa