Cultura

"O Rei Leão" bate recordes de bilheteira

A nova versão do filme "O Rei Leão" arrecadou a maior receita de bilheteira da história da animação.

A nova versão de "O Rei Leão" da Disney tornou-se neste fim de semana o maior campeão de bilheteira da história, no domínio dos filmes de animação.

De acordo com os dados disponibilizados hoje pelo portal Box Office Mojo, o 'remake' de "O Rei Leão" contabiliza já 1.337 milhões de dólares (1.191 milhões de euros), um valor que supera o recorde até agora detido pelo filme "Frozen" (2013), com 1.276 milhões de dólares (1.137 nilhões de euros).

A marca de "O Rei Leão" refere-se a valores absolutos de bilheteira e não leva em conta a variação do preços com o passar do tempo.

Este feito histórico surge cercado de alguma confusão, já que, ao longo da campanha promocional deste filme, a Disney tem evitado defini-lo como filme de animação ou de ação real.

É possível que essa estratégia ambígua da companhia tenha tentado sublinhar a incrível tecnologia hiper-realista que o diretor Jon Favreau usou num filme que quase parece ser um documentário quando, na verdade, foi criado por computador a partir do nada.

Das centenas de planos que compõem "O Rei Leão", há apenas uma que não foi desenhada digitalmente: a imagem de uma aurora na savana africana com a qual a longa-metragem começa. "A tecnologia é uma forma de magia. Para nós, tornar 'O Rei Leão' tão interessante e visualmente interessante quanto possível, com todas essas tecnologias que as pessoas ainda não viram até agora ... cria emoção", disse à Efe o realizador, Jon Favreau, em julho.

No entanto, uma parte significativa da imprensa especializada criticou esta tecnologia hiper-realista por ter limitado a expressividade e encenação do filme, especialmente quando comparado com a imaginação visual do original "O Rei Leão" de 1994. Categorias e discussões tecnológicas à parte, "O Rei Leão" é um dos grandes fenómenos cinematográficos de 2019 e, ao fim de apenas quatro semanas desde a estreia, já é o segundo campeão de bilheteira do ano.À frente de "O Rei Leão" está apenas "The Avengers: Endgame" (2019), outra proposta da Disney e que recentemente se tornou, com 2.795,5 milhões de dólares, o filme de maior bilheteira de todos os tempos (sem contar a inflação), a superar os 2.789,7 milhões do "Avatar" (2009).

O novo "O Rei Leão" recria o confronto épico e emocionante entre o leão Simba e seu tio malvado Scar, e para a sua dobragem contou com artistas como Donald Glover, Beyoncé ou Chiwetel Ejiofor.

LUSA