Cultura

Consegue identificar Taylor Swift no último videoclipe?

Mario Anzuoni

A cantora decidiu passar por uma caracterização completa e transformar-se em homem, um processo de luta contra o poder dos empresários da industria musical norte-americana.

Taylor Swift lançou na passada quinta-feira o videoclipe da música "The Man" (O Homem), que faz parte do seu sétimo álbum "Lover", lançado no verão de 2019. Poderia apenas ser mais um, no entanto este está repleto de criticas aos empresários executivos da industria musical dos Estados Unidos da América, que são enfatizadas com atitudes estereotipadas de um homem com autoridade.

A cantora de 30 anos, vencedora do Grammy de Álbum do Ano em 2016, passou por um processo de transformação de forma a ficar idêntica a um homem, mais precisamente, Scooter Braun, o proprietário da editora Big Machine, que detém os direitos dos primeiros seis álbuns de Taylor Swift.

A artista desvinculou-se da editora em 2018, depois de acusar o proprietário de bullying artístico durante a sua carreira, limitando-a a seguir a vontade da empresa ao longo dos anos.

"Estou cansada de correr o mais rápido que posso / pergunto-me se chegaria mais rápido se fosse homem"

Ao longo do vídeo são deixadas diversas pistas, como críticas a Scooter Braun (tais como urinar na parede ou sentar-se no metro ocupando vários lugar, de forma a demonstrar o poder e inconsequência das atitudes do CEO de uma grande empresa) que, segundo a BBC, alegou ter recebido ameaças de morte devido às acusações de Taylor Swift.

Taylor Swift, que foi a compositora da música e realizadora do vídeo, partilhou algumas imagens nas redes sociais, e revelou estar "muito satisfeita" por poder lançar o videoclipe.

Instagram