Cultura

José Saramago "deixou de estar" há 10 anos

José Saramago "deixou de estar" há 10 anos

Iryna Shev

Iryna Shev

Jornalista

A 18 de junho de 2010, Portugal ficou mais pobre. Perdeu um dos maiores símbolos da literatura moderna.

Nascido numa família de "camponeses sem terra", como o próprio apelidava, em 1922, levou a literatura contemporârea em língua portuguesa além-fronteiras quando foi distinguido com o Prémio Nobel, em 1998.

Criador de universos literários pessoais sólidos, transformou o seu na década de 80 depois de se juntar com a jornalista Pilar del Rio, ao lado de quem "deixou de estar" a 18 de junho de 2010, aos 87 anos.

Em tom de celebração da vida e obra do escritor, a fundação Saramago promove esta quinta-feira, a partir das 18h30, uma sessão de leitura digital de "Alabardas, alabardas, espingardas, espingardas", o romance que ficará para sempre por terminar.