Cultura

"Alice, Nova Iorque e outras histórias": o filme luso-americano que estreia hoje em Portugal

Andrew Kelly

A história de uma portuguesa que decide deixar Portugal e decide ir para Nova Iorque em busca de uma vida melhor.

O filme luso-americano "Alice, Nova Iorque e outras histórias", dos portugueses Tiago Durão (realização) e Sofia Mirpuri (produção), que se estreou no ano passado nos Estados Unidos, chega hoje às salas de cinema portuguesas.

"Alice, Nova Iorque e outras histórias", cujo título original é "Tales From The Rabbit Hole: A Curious Kitsch Novel", produzido por Sofia Mirpuri, é a primeira longa-metragem de Tiago Durão.

Em entrevista à Lusa em abril do ano passado em Nova Iorque, aquando da estreia do filme nos Estados Unidos, os dois definiram-no como "um drama satírico", com momentos de comédia, de reflexões ou divagações filosóficas e em constante referência a obras do cinema e do teatro.

A Sinopse

Segundo a sinopse, o filme conta a história de Alice Maia (interpretada por Sofia Mirpuri), "que decide deixar Portugal e ir para Nova Iorque, na esperança de encontrar uma vida melhor", no entanto "Nova Iorque revela-se uma cidade caótica, cheia de estranhos e onde parece não haver esperança".

A história que iria servir de base para este filme foi escrita em 2014, em Portugal, por Tiago Durão, André Tavares e António Rodrigues, com ideias para diferentes formatos que não se chegaram a concretizar.

O filme não avançou em Portugal, porque, segundo Tiago Durão, "é muito difícil reunir 40 ou 50 pessoas à volta de uma produção", quando se trata de um filme independente, em que grande parte dos envolvidos trabalha noutros empregos principais.

Produção teve o custo de 16 mil euros

Em "Alice, Nova Iorque e outras histórias", Tiago Durão e Sofia Mirpuri assumiram todas as funções e responsabilidades para a produção do filme, que durou cerca de um ano e meio a ser realizado, e envolveu cerca de 18 mil dólares (16 mil euros).

Entre escrita do guião, produção, guarda-roupa, gravações, realização, edição, pós-edição e também comunicação e marketing, perceberam que "fazer o trabalho de 30 pessoas é obra".

Ambos a viver em Nova Iorque, Tiago Durão e Sofia Mirpuri cruzaram-se há cerca de três anos.

"Alice, Nova Iorque e outras histórias" é a primeira longa-metragem de Tiago Durão, que antes já tinha realizado as curtas "Entre Nós" e "A voz humana".

Atriz de profissão, Sofia Mirpuri teve com este filme a sua primeira experiência na produção e contou à Lusa que ganhou o gosto e pretende continuar nos Estados Unidos, a criar projetos próprios.

Além de Sofia Mirpuri, o filme conta no elenco, entre outros, com Zeca Medeiros, Naomi Livingstone, Andrea Ferro Madrid, Troy Tripicchio, e Madalena Mantua.

Despois da estreia em Nova Iorque, o filme, rodado maioritariamente naquela cidade, mas também em Portugal, foi exibido em vários festivais de cinema, tendo sido distinguido com o prémio de Melhor Filme no Roma Prisma Independent Film Awards, no Miami Independent Film Festival e no Kalajoki Film Festival.

  • 2:34