Cultura

Bailarina portuguesa Maria Ribas nomeada para os Prémios Swan dos Países Baixos

São considerados os mais importantes prémios na área da dança.

A bailarina portuguesa Maria Ribas está nomeada para um prémio Swan de "apresentação de dança mais impressionante", foi divulgado este sábado.

A portuguesa foi nomeada no decorrer do Nederlandse Dansdagen (Festival de Dança dos Países Baixos), em que apresentou a coreografia "Sweet Like a Chocolate", de Emio Greco e Pieter C. Scholten, com música de Beethoven, designadamente a 5.ª Sinfonia.

Os Swan são considerados os mais importantes prémios na área da dança, nos Países Baixos.

Num vídeo divulgado, a bailarina afirma que esta peça é sobre "todas as características da mulher, ser sensual, vulnerável e ao mesmo tempo forte".

O Nederlandse Dansdagen está a decorrer até à próxima quinta-feira, via internet - https://nederlandsedansdagen.nl.

Maria Ribas tem como parceiro, o bailarino Victor Callens.

A bailarina portuguesa estudou no Conservatório Nacional, em Lisboa e atualmente, faz parte da companhia de dança ICK Dans Amsterdam, e anteriormente fez parte do Ballet Nacional de Marselha, em França.

Além da Escola Artística de Dança do Conservatório Nacional, Marias Ribas estudou na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa e na École Supérieure de Danse Rosella Hightower, em Cannes, no sul de França.

Ribas, em 2015 conquistou a medalha de prata no Valentina Kozlova International Ballet Competition, em Nova Iorque, na categoria júnior - dos 15 aos 17 anos - em dança contemporânea.

E nesse mesmo ano o 1.º lugar em dança contemporânea no Festival Internacional de Dança Tanzolimp, em Berlim.