Cultura

Jorge Palma dá o pontapé de saída a um ciclo de 40 espetáculos divididos entre Lisboa e Porto 

Iryna Shev

Iryna Shev

Jornalista

Edgar Ascensão

Edgar Ascensão

Repórter de Imagem

Gonçalo Freitas

Gonçalo Freitas

Editor de Imagem

O concerto faz parte da iniciativa Santa Casa Portugal ao Vivo que também tem no cartaz nomes como Paulo Gonzo, Plutónio ou Dino D'Santiago. 

Jorge Palma convida as pessoas a assistirem "sem medos" aos espetáculos da iniciativa Santa Casa Portugal ao Vivo.

"Não podemos ser esquecidos", diz.

Metade dos espetáculos realizam-se no Campo Pequeno, em Lisboa, e a outra metade no Super Bock Arena Pavilhão Rosa Mota, no Porto.

  • Não estou de acordo

    Opinião

    Não estou de acordo com métodos medievais para enfrentar uma pandemia. Se os vírus evoluíram, a organização da sociedade também deveria ter evoluído o suficiente para os combater de outra forma. O recolher obrigatório é próprio dos tempos obscuros e das sociedades não democráticas. Proibir as pessoas de circular na rua asfixia a economia e não elimina a pandemia.

    José Gomes Ferreira