Cultura

De Estocolmo para o mundo, Prémios Nobel foram entregues nos países dos vencedores

Cerimónia tornou-se num evento digital por causa da pandemia.

Se não existisse uma pandemia, esta quinta-feira teria sido dia de entrega dos Prémios Nobel.

A cerimónia, que se realiza todos os anos no dia 10 de dezembro, foi cancelada e, por isso, transformou-se num evento digital.

A alternativa foi levar os galardões até aos países dos vencedores.

O Prémio Nobal da Paz foi último a ser entregue. O diretor executivo do Programa Alimentar Mundial recebeu a distinção em Roma, cidade da sede da organização que pertence à ONU.

A escritora Louise Gluck venceu o Nobel da Literatura. Diretamente da casa onde vive, nos Estados Unidos, foi a primeira a receber o prémio.

A francesa Emmanuelle Charpentier, uma das galardoadas com Nobel da Química, recebeu o prémio em Berlim, cidade onde mora e trabalha.

Este ano foram entregues 12 prémios, cada um com um valor equivalente a 980 mil euros. Os galardoados foram conhecidos em outubro e a entrega de prémios foi mostrada ao mundo numa cerimónia transmitida pela internet.

Pela primeira vez, desde a II Guerra Mundial, os premiados não estiveram presentes na capital sueca.

  • 1:55
  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes