Cultura

Até ao final do mês há o "Santa Casa Portugal ao Vivo"

Euclides Semedo

Euclides Semedo

Repórter de Imagem

Devido à pandemia a programação do Festival sofreu várias alterações e estendeu-se até ao final de janeiro, no Campo Pequeno, em Lisboa, e no Pavilhão Rosa Mota, no Porto.

Ainda há para ver Camané e Mário Laginha no Campo Pequeno e no Porto os Xutos & Pontapés ou Mishlawi.

Os últimos concertos são a norte com Rui Veloso e David Carreira, a fechar o mês.