Cultura

Tory Burch pede "desculpa aos portugueses" e garante corrigir o erro de "imediato"

DR

Estilista norte-americana estava a vender a famosa camisola poveira como sendo uma criação própria com inspiração mexicana.

Tory Burch, a estilista norte-americana que estava a vender a camisola poveira como uma criação própria, já reagiu às críticas de que tem sido alvo.

A estilista pediu desculpa e admitiu, através do Facebook, que "foi um erro não ter sido feita referência às bonitas e tradicionais camisolas de pescador tão representativas da cidade da Póvoa de Varzim".

A peça custava quase dez vezes mais do que a original, feita à mão na Póvoa de Varzim há mais de um século. A camisola, que inicialmente foi apresentada como sendo uma sweater de inspiração mexicana, estava à venda no site por 695 euros.

A estilista garante que vai corrigir o erro de "imediato" e reconhecer que a camisola "foi inspirada nas tradições portuguesas". Para isso diz estar a trabalhar em conjunto com a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

"Queremos reconhecer ainda mais essa importante tradição, e estamos a trabalhar em conjunto com a Câmara Municipal da Póvoa de Varzim de forma a encontrar as melhores soluções para apoiar os artesãos locais."

Taylor Hill