Cultura

Morreu a artista italiana Raffaella Carrà

DANIEL DAL ZENNARO

Ministro italiano da Cultura recorda Raffaella Carrà como a "grande senhora da televisão italiana".

Morreu a artista italiana Raffaella Carrà, esta segunda-feira, aos 78 anos, vítima de doença prolongada.

A notícia foi avançada pela imprensa italiana, que cita fontes familiares.

“A Rafaella deixou-nos. Foi para um mundo melhor, onde a sua humanidade, o seu riso inconfundível e o seu extraordinário talento ficarão para sempre”, disse o ex-companheiro da artista, Sergio Japino, à agência italiana Ansa.

A cantora, atriz, bailarina e apresentadora de televisão nasceu em Bologna, em 1943. Na década de 70 tornou-se popular em toda a Europa. Ficou conhecida por abordar temas pouco usuais para a altura, através da música. Também na televisão teve uma longa carreira, onde os seus vários talentos deixaram marca em milhões de italianos.

Ao longo da carreira, conquistou vários prémios, entre os quais a medalha de Mérito Civil de Espanha.

O ministro italiano da Cultura, Dario Franceschini, recorda Raffaella Carrà como a "grande senhora da televisão italiana".

“Uma mulher de grande talento, apaixonada e humana que nos acompanhou durante toda a vida. Adeus Raffaella”, reagiu o ministro.