Cultura

Poeta e tradutor Pedro Tamen morre aos 86 anos

Pedro Tamen morreu esta quinta-feira em Setúbal.

O poeta Pedro Tamen, de 86 anos, morreu esta quinta-feira em Setúbal, onde estava hospitalizado, disse à agência Lusa fonte próxima da família.

Tamen, que também foi tradutor, estreou-se, em 1956, com a obra "Poema para Todos os Dias", tendo publicado cerca de oito títulos de poesia, entre eles "O Livro do Sapateiro", que lhe valeu o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores, em 2010, e o Prémio Casino da Póvoa/Correntes d'Escritas, em 2011.

Pedro Tamen escreveu também teatro e traduziu autores como Gabriel Garcia Marquez, Reinaldo Arenas, Marcel Proust e Gustave Flaubert.

Ministra da Cultura lamenta morte de "figura maior da literatura"

Graça Fonseca lamentou esta quinta-feira a morte do escritor e tradutor Pedro Tamen, que classificou de "figura maior da literatura portuguesa".

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, lamentou hoje a morte do escritor e tradutor Pedro Tamen, que classificou de "figura maior da literatura portuguesa".

Numa mensagem publicada na rede social Twitter, a ministra salientou que Tamen "construiu uma obra poética extraordinária, com um domínio magistral da língua portuguesa e das suas sonoridades".