Cultura

Restam apenas duas cidades candidatas a receber a Eurovisão

Restam apenas duas cidades candidatas a receber a Eurovisão
picture alliance

A BBC anunciou quais as duas cidades finalistas para receber o evento internacional de música.

Já são só duas as cidades britânicas na corrida para receber o Festival Eurovisão 2023. A BBC está a analisar qual a melhor local para ser anfitrião do evento internacional e reduziu a lista a duas cidades: Glasgow e Liverpool.

Tanto Glasgow como Liverpool apresentam uma “oferta global mais forte”, afirma o canal público britânico. Com esta decisão, foram retiradas das corrida as cidades de Birmingham, Leeds, Manchester, Newcastle e Sheffield deixaram de estar na corrida para receber o Festival Eurovisão 2023.

A escolha destas duas cidades teve por base um conjunto de critérios, tais como ter um local adequado aos requisitos do festival, ter capacidade financeira para assumir a organização, ter oferta cultural na região (além de mostrar a cultura e música da Ucrânia) e estar alinhado com as prioridades estratégicas da BBC.

O Reino Unido irá acolher o festival, apesar da Ucrânia ter vencido a última edição. Normalmente, o país que vence a edição anterior é o anfitrião no ano seguinte, mas, uma vez que a Ucrânia está em guerra, o local da edição de 2023 foi alterado.

Em Glasgow, a principal opção para albergar o festival é a OVO Hydro, que tem capacidade para 14.300 pessoas. Por outro lado, se for Liverpool a ganhar a corrida, o evento deverá decorrer no M&S Bank Arena – uma sala de espetáculos com capacidade para 11.000 pessoas.

O processo de seleção começou com 20 cidades, tendo sido reduzidas, numa primeira fase, para sete. Agora apenas duas cidades estão a disputar a realização do evento que irá atrair milhares de pessoas e terá transmissão televisiva em vários países do mundo.

Últimas Notícias
Mais Vistos