Cultura

Sessão de Cinema: “My Name Is Now”

Elza Soares, figura incontornável da cultura do Brasil
Elza Soares, figura incontornável da cultura do Brasil
Eis um documentário para recordarmos uma artista essencial da música popular brasileira: não é possível contar a história do samba sem evocar o nome de Elza Soares.

Falecida no dia 20 de janeiro de 2022, contava 91 anos, Elza Soares é uma figura incontornável da cultura popular brasileira. E, pelo menos neste caso, faz sentido aplicarmos a expressão “cultura popular”, uma vez que o seu lugar emblemático na história do samba não esgota a sua energia e o seu simbolismo — recordemos apenas que ela foi uma personalidade directamente visada pela ditadura militar, a ponto de ter vivido uma parte significativa desse período político exilada em Itália.

Graças ao streaming, podemos agora (re)descobrir a figura ímpar de Elza Soares através do documentário “My Name Is Now”, realizado por Elizabete Martins Campos, lançado no mercado brasileiro em 2018. E importa sublinhar que a expressão inglesa do título — à letra: “O meu nome é agora” — não resulta de uma banal estratégia de marketing internacional: Elza Soares adoptou-a como uma espécie de “ex-libris” capaz de sublinhar o poder e as emoções sem fronteiras do seu canto.

“My Name Is Now” é um documentário que obedece a uma grande depuração clássica, combinando declarações da protagonista com evocações de vários momentos da sua vida (incluindo a relação com o futebolista Garrincha), através de materiais de arquivo e algumas performances contemporâneas da respectiva produção. Tais performances são também exemplos eloquentes da relação “quente” que Elza Soares sabia manter com as câmaras.

Nos prémios do cinema brasileiro atribuídos em 2019, “My Name Is Now” foi distinguido na categoria de melhor música (assinada pela própria Elza Soares, em colaboração com Alexandre Martins), tendo recebido também o prémio do público.

Filmin

Últimas Notícias