Cultura

Morreu o compositor e teórico espanhol Josep Soler i Sardà

Morreu o compositor e teórico espanhol Josep Soler i Sardà
Facebook/Josep Soler i Sardà

Considerado um pioneiro da escola expressionista da Catalunha, Josep Soler i Sardà deixa um repertório com centenas de composições.

O compositor, pedagogo e teórico espanhol Josep Soler i Sardà morreu este domingo aos 87 anos, revelou o Ayuntamiento de Badalona, em Barcelona, Espanha.

Considerado um pioneiro da escola expressionista da Catalunha, Josep Soler i Sardà deixa um repertório com centenas de composições, tendo apenas publicado uma parcela, com cerca de 150 composições para piano, 16 óperas e sete sinfonias.

O jornal La Vanguardia descreve Josep Soler como um "sábio intemperante que inscrevia a mística e a estética na sua criação, não só na composição como na produção como ensaísta".

Nascido em Vilafranca del Penedès (Barcelona) em 1935, Josep Soler i Sardà foi professor de Estética e de Composição no conservatório de Barcelona e, a partir da década de 1980, dirigiu o conservatório de Badalona.

Ao longo da carreira, Josep Soler foi reconhecido pelo trabalho na música, nomeadamente com o Prémio Nacional de Música da Catalunha, o Prémio de Ópera de Montecarlo, o Prémio Nacional de Música de Espanha e a Medalha de Ouro de Mérito das Belas Artes, que recusou em 2013, em protesto contra a política cultural e educativa do governo da altura, escreveu a agência Efe.

Últimas Notícias
Mais Vistos