Desporto

Robinho condenado a nove anos de prisão

Toru Hanai

O avançado brasileiro Robinho, do Atlético Mineiro, que já representou clubes como Real Madrid e Manchester City, foi condenado a nove anos de prisão por violação. O caso refere-se a 2013, quando Robinho jogava pelo AC Milan.

Um tribunal italiano considerou que o brasileiro participou, com mais cinco pessoas, na violação de uma albanesa, de 22 anos.

Para já, Robinho fica em liberdade, uma vez que em Itália os recursos têm efeitos suspensivos.