Desporto

Vítor Pereira volta a suceder a Villas-Boas, agora na China

(Arquivo)

Reuters Staff

O português Vítor Pereira, bicampeão pelo FC Porto, é o novo treinador da equipa de futebol chinesa do Shanghai SIPG, substituindo no cargo André Villas-Boas, anunciou hoje o clube.

Vítor Pereira foi hoje apresentado pelo vice-campeão chinês, um dia depois de Paulo Bento também ter sido confirmado como treinador do Chongqing Lifan, igualmente da Superliga chinesa de futebol.

"O campeonato chinês é um grande desafio, muitos treinadores estrangeiros estão aqui, e existem muito bons jogadores, que também chegam aqui", começou por dizer Vítor Pereira, na conferência de imprensa de apresentação. O técnico, de 49 anos, disse saber o que quer e que isso passa pela conquista de títulos.

"É a principal razão da minha vinda para a China, para Xangai. Juntos, com certeza, alcançaremos os nossos objetivos no final da época", acrescentou.

Vítor Pereira estava sem clube desde junho do último ano, após a sua saída do 1860 Munique, clube que desceu à terceira divisão alemã. Antes, o técnico português esteve no Fenerbahçe, da Turquia, e no Olympiacos, pelo qual conquistou um campeonato e uma taça da Grécia. No Shanghai SIPG reencontrará o avançado brasileiro Hulk, que treinou no FC Porto, clube em que o técnico alcançou os seus maiores êxitos, com a conquista de dois campeonatos e duas supertaças.

O clube tinha ficado sem treinador depois de Villas-Boas, de quem Vítor Pereira foi adjunto no FC Porto e a quem sucedeu nos dragões, ter manifestado vontade de rescindir, anunciando pouco depois que irá participar no Dakar 2018, juntamente com o piloto Ruben Faria.

Vítor Pereira, e também Paulo Bento, juntam-se assim na China a Paulo Sousa, que no início de novembro foi anunciado como treinador do Tianjin Quanjian.

Lusa