Desporto

Griezmann diz que já se consegue sentar "à mesma mesa de Messi e Ronaldo"

Michael Probst

O internacional francês Antoine Griezmann considerou que já tem condições de se "sentar à mesma mesa de Messi e Ronaldo", lamentando que a FIFA tenha ignorado a seleção campeã mundial na nomeação para melhor futebolista de 2018.

"É deplorável que não esteja nomeado nenhum jogador campeão mundial. Realizámos um excelente Mundial 2018 e merecíamos uma recompensa. Mbappé, Varane, Kanté ou eu mesmo", lamentou o avançado do Atlético de Madrid, em entrevista publicada hoje no diário desportivo espanhol "As".

Griezmann e Messi são os dois grandes ausentes no restrito lote de três finalistas do prémio The Best, que integra o português Cristiano Ronaldo, já designado melhor jogador mundial em 2008, 2013, 2014, 2016, 2016/17, o croata Luka Modric e o egípcio Mohamed Salah.

O avançado francês, que em 2018 conquistou também a Liga Europa, ilustrou a insatisfação afirmando que já se consegue "sentar à mesma mesa de Messi e Ronaldo", assinalando que "há mais jogadores que em breve serão capazes de o fazer também".

Lusa