Desporto

Croácia vence Espanha e joga apuramento na Liga das Nações com Inglaterra

ANTONIO BAT

Um golo de Tim Jedvaj, aos 90+3 minutos, permitiu esta quinta-feira à Croácia vencer em casa a Espanha por 3-2 e manter-se na corrida às meias-finais da Liga das Nações em futebol, no Grupo 4 da Liga A.

O jogador do Bayer Leverkusen, que já tinha apontado o segundo tento dos locais, aos 69 minutos, permitiu aos vice-campeões mundiais juntarem-se à Inglaterra no segundo posto, com quatro pontos, a dois da Espanha, já com os quatro jogos disputados.

A formação comandada por Luis Enrique, que teria garantido o apuramento com um triunfo, face a uma equipa que goleara em Espanha por 6-0, está agora nas mãos dos seus dois adversários, que se defrontam no domingo, em Wembley.

Os ingleses e os croatas qualificam-se vencendo, enquanto o empate dá o apuramento à Espanha.

No embate desta quinta-feira, em Zagreb, os croatas estiveram sempre na frente, com Andrej Kramaric a dar a primeira vantagem, já na segunda parte, aos 54 minutos, que Dani Ceballos anulou, aos 56.

Aos 78 minutos, o segundo tento dos espanhóis foi de grande penalidade, apontada por Sergio Ramos.

O outro encontro desta quinta-feira da Liga A disputou-se em Bruxelas, onde a Bélgica conseguiu o terceiro triunfo em três jogos no Grupo 2, ao bater a Islândia por 2-0, graças a um bis de Michy Batshuayi, que faturou aos 65 e 81 minutos.

Com este resultado, os terceiros classificados do Mundial2018 isolaram-se na liderança do agrupamento, com nove pontos, contra seis da Suíça, com a qual vão discutir o apuramento, no domingo, em Lucerna. A Islândia fechou a zero, com 1-13 em golos.

Os belgas só precisam de um empate para rumar às meias-finais, sendo que até podem passar perdendo, mas só se cederem pela margem mínima e conseguirem marcar pelo menos dois golos.

No que respeita à Liga B, a Bósnia-Herzegovina assegurou a subida à Liga principal, ao empatar a zero na Áustria, acabando invicta o Grupo 3, com 10 pontos, contra quatro dos austríacos e nenhum da relegada Irlanda do Norte.

Quanto à terceira divisão, destaque para a Hungria, que bateu em casa a Estónia por 2-0, e à Grécia, vencedora por 1-0 na receção à Finlândia, graças a um autogolo, num jogo em que estreou na baliza o guarda-redes Vlachodimos, do Benfica.

Na Liga D, registaram-se três igualdades a um golo e apenas um triunfo, da Bielorrússia, por 2-0, no Luxemburgo, o que provocou a reviravolta na tabela do Grupo 2.

Lusa