Desporto

Desportivo de Chaves vence Varzim, mas fica fora da Taça da Liga

PEDRO SARMENTO COSTA

O triunfo não foi suficiente para os 'flavienses' conseguirem o apuramento.

O Desportivo de Chaves terminou um ciclo de cinco derrotas consecutivas, ao vencer este domingo o Varzim por 3-1, mas as duas equipas ficaram eliminadas da Taça da Liga de futebol.

O triunfo não foi suficiente para os 'flavienses' conseguirem o apuramento, pois, apesar de empatarem no primeiro lugar do grupo C com o FC Porto, com sete pontos, os 'dragões', que bateram o Belenenses por 2-1 no outro encontro, venceram por terem mais golos marcados na fase de grupos, com um total de sete, contra cinco do Desportivo de Chaves.

No terceiro lugar do grupo ficou o Varzim, com três pontos, e no último lugar o Belenenses, sem qualquer ponto.

Com as duas formações ainda com o pensamento no apuramento para a 'final four', a primeira parte foi dividida, embora a equipa da casa tenha conseguido ascendente sobre o jogo e as principais ocasiões. Logo aos 11 minutos, Bressan atirou, de livre, à barra e os 'flavienses' tentaram ainda por Platiny (19) e Marcão (22), ambos de cabeça.

O encontro animou nos dez minutos finais do primeiro tempo, com dois golos, um para cada conjunto. Primeiro, aos 34 minutos, Djavan conduziu a jogada pela esquerda e serviu Niltinho, que rematou e viu Emanuel não segurar o esférico. Pouco depois, aos 37 minutos, Jonathan invadiu a área dos 'transmontanos' e cruzou, com a defensiva a aliviar mal a bola e Ruster a aproveitar para fazer o empate.

O técnico Tiago Fernandes, que somou a primeira vitória em Trás-os-Montes ao quarto jogo, efetuou duas mexidas ao intervalo, lançando o médio Bruno Gallo e o avançado William, com o segundo a marcar aos 70 minutos, de cabeça, após canto de Niltinho.

A precisar de vencer por maior margem, os 'transmontanos' voltaram a marcar aos 75 minutos, após grande penalidade conquistada por Niltinho a Nélson Agra, que Marcão transformou, mas não conseguiram o golo que seria decisivo, apesar das tentativas de Niltinho (78) e Platiny (81 e 88).

Lusa