Desporto

Médio do Benfica Gabriel mostra-se disponível para representar Portugal

MANUEL DE ALMEIDA

Luso-brasileiro recordou que os avós eram portugueses e que sempre teve "uma relação com Portugal".

O médio luso-brasileiro do Benfica Gabriel, que tem ascendência portuguesa, mostrou-se esta quarta-feira disponível para representar a seleção nacional de futebol e considerou que esse é o "auge para qualquer jogador".

"Se essa convocatória vier, vai ser uma coisa enorme para mim. Sou profissional e vou estar aqui, a fazer o meu melhor. Se puder ser com Portugal, que seja. Estarei de braços abertos e de coração inteiro", afirmou o jogador luso-brasileiro, que o Benfica contratou ao Leganés no início desta época.

Gabriel, que falava à margem de uma visita à ala pediátrica do Hospital da Luz, em Lisboa, recordou que os "avós eram portugueses" e que sempre teve "uma relação com Portugal". Contudo, confessou não ter qualquer preferência quanto à seleção que gostaria de representar, se Brasil ou Portugal.

"Não quero estar a forçar nada. Se acontecer, vou estar muito feliz e a minha família também. Sempre tive em mente representar uma seleção e sempre tive essas duas opções. Representar uma seleção é o auge para qualquer jogador. Não sou o primeiro caso de um jogador que está disponível para duas seleções", disse.

O médio, de 25 anos, nasceu em Resende, no Rio de Janeiro, e veio para a Europa com 18 anos, para jogar nos italianos da Juventus. Após empréstimos a Pro Vercelli, Spezia, Pescara e Livorno, transferiu-se para os espanhóis do Leganés, nos quais permaneceu durante três épocas, até se mudar para o Benfica, no último verão.

Caso venha a ser convocado por Fernando Santos, Gabriel pode suceder a Dyego Sousa, que na passada sexta-feira se tornou no sétimo jogador naturalizado a representar a seleção portuguesa, tendo feito a sua estreia frente à Ucrânia (0-0), no apuramento para o Euro2020.

Liedson, Pepe, Deco, Celso e Lúcio Soares, todos nascidos no Brasil, e David Júlio, oriundo da África do Sul, foram os outros atletas naturalizados que também jogaram por Portugal.

Lusa