Desporto

Seleção nacional de ténis em cadeira de rodas quer melhorar no apuramento para o Mundial

Campeonato do Mundo decorre em Israel de 13 a 18 de maio.

A seleção masculina portuguesa de ténis em cadeira de rodas parte para a qualificação europeia para o Campeonato do Mundo de equipas, a disputar na próxima semana, em Vilamoura, com o objetivo de melhorar os desempenhos anteriores.

"O objetivo é melhorar a classificação dos anos anteriores, os nossos jogadores têm mais experiência e estão mais capazes na gestão da pressão de jogar em casa", disse o selecionador Joaquim Nunes, em declarações à assessoria de imprensa da Federação Portuguesa de Ténis (FPT).

Joaquim Nunes, que também coordena o programa da FPT para o ténis adaptado, admitiu que a fase de qualificação "tem excelentes seleções", mas garantiu o empenho de Portugal em obter um bom resultado.

"Queremos estar ao nível das nossas capacidades e deixar uma imagem de empenho e capacidade de luta pelo melhor resultado possível", disse.

Nos últimos dois anos, também a jogar em casa, a seleção portuguesa foi 13.ª classificada, em 2018, e 10.ª, em 2017.

Competição em abril

A equipa portuguesa que vai disputar a competição, entre 2 e 6 de abril, é composta por Francisco Aguiar, Jean-Paul Melo, Carlos Leitão e João Sanona.

Em Vilamoura, vão estar atletas de 13 países, divididos por quatro grupos, com os primeiros classificados a garantirem a presença nas meias-finais e, posteriormente, na final, que apenas apura o vencedor para Mundial, pois há várias seleções qualificadas por via do ranking.

O Campeonato do Mundo de equipas de ténis em cadeira de rodas vai disputar-se em Israel, de 13 a 18 de maio de 2019.

Com Lusa

  • Quem são os Hells Angels?
    2:52
  • O preconceito e os receios em torno das doenças mentais
    30:52
  • O caos nos registos
    18:55