Desporto

Federação mantém oito jogos de suspensão a futebolista Diego Costa

Albert Gea

O clube madrileno pode agora recorrer da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), tendo para isso um prazo de 15 dias a partir deste sábado.

O Comité de Apelo da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) rejeitou hoje o recurso apresentado pelo Atlético de Madrid e manteve o castigo de oito jogos de suspensão aplicado ao avançado Diego Costa.


O clube madrileno pode agora recorrer da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), tendo para isso um prazo de 15 dias a partir deste sábado.


"Sobre as manifestações verbais que originaram a sanção, as imagens não indiciam que estas não tenham existido nem que o conteúdo das mesmas seja diferente daquele que é apresentado no relatório da equipa de arbitragem", sustentou o Comité de Apelo.


O avançado do Atlético de Madrid foi sancionado com oito partidas de suspensão, quatro pelo cartão vermelho que recebeu frente ao FC Barcelona, em Camp Nou, em jogo do campeonato espanhol, e outros quatro por agarrar o braço do árbitro Jesús Gil Manzano, após este o ter admoestado.


Diego Costa foi expulso aos 28 minutos do jogo com o FC Barcelona, em Camp Nou, com o árbitro Jesús Gil Manzano a dizer que o jogador do Atlético de Madrid viu o cartão vermelho direto depois de lhe dirigir várias ofensas verbais graves.


No mesmo relatório, o árbitro refere que, depois de expulso, o jogador agarrou-lhe várias vezes o braço, com o objetivo de o impedir de mostrar o cartão amarelo a José María Jiménez e a Diego Godín, ambos da equipa 'colchonera'.


No jogo, o 'Barça' acabou por vencer por 2-0, com golos de Luís Suárez (85 minutos) e Lionel Messi (86).


O castigo a Diego Costa é o mais pesado na liga espanhola desde que o defesa internacional português Pepe, então no Real Madrid, foi punido com 10 jogos de suspensão, após agredir Casquero, ao pontapé, com o jogador no chão, num jogo com o Getafe, em 2009.

Lusa

  • "Via Sacra" em destaque na Edição da Manhã
    4:43
  • Árbitra de 18 anos agredida por treinador
    13:01
  • Eleições em Espanha: o que dizem as sondagens
    3:46