Desporto

Vitória de Setúbal quer vencer "jogo complicado" com Santa Clara

TIAGO PETINGA

A equipa sadina está dois pontos acima da linha de água quer vencer "jogo complicado" com Santa Clara, que vai tentar assegurar a manutenção na I Liga de futebol

O treinador do Vitória de Setúbal, Sandro Mendes, disse hoje esperar um "jogo bastante complicado" no terreno do Santa Clara, no sábado, em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Na antevisão ao encontro, antes da viagem para os Açores, o técnico elogiou o oponente que, ao invés dos sadinos, segue numa posição mais tranquila na tabela classificativa.

"Será um jogo difícil contra uma equipa boa e organizada. Têm a tranquilidade dos pontos do seu lado e isso faz vir ainda mais ao de cima a qualidade que os jogadores têm. É uma equipa bem trabalhada e estamos à espera de um jogo bastante complicado, como os últimos que temos disputado", disse.

Apesar da qualidade do conjunto insular, Sandro Mendes disse estar confiante na obtenção de um resultado positivo, pela forma como os seus atletas se aplicaram durante a semana levam-no a estar otimista.

"A semana de trabalho foi normal, com muito trabalho, empenho, dedicação e focados a 100% no jogo com o Santa Clara. O grupo trabalha todas as semanas com a ambição de conseguir a vitória e somar pontos para atingirmos o nosso objetivo. Sabemos onde queremos chegar e que temos de somar mais pontos", frisou.

O treinador do Vitória de Setúbal assegurou que o empate (1-1) consentido aos 87 minutos na jornada anterior com o Portimonense não deixou marcas na equipa para o encontro de sábado.

"De maneira nenhuma. A equipa sabe o que fez, o que tem de melhorar e o que de bom já fazemos. Infelizmente, a três minutos dos 90, sofremos um golo que não queríamos e que trabalhamos para não sofrer. Já passou. No final do jogo, senti um pouco de revolta por aquilo que foi o jogo e por termos estado tão perto da vitória", lembrou.

Várias equipas estão envolvidas na luta pela permanência com o clube setubalense, mas Sandro Mendes vincou que a sua "equipa não está preocupada com o que os outros possam fazer".

"Olhamos para o nosso jogo e para o que podemos fazer. Não adianta estar a olhar para a classificação ou para os adversários se não conseguirmos o nosso objetivo. Por isso, encaramos todas as semanas da mesma forma. Primeiro, pensamos no que temos de fazer e, depois, sim, olhamos para a classificação porque dependemos dela", afirmou.

Além de Nuno Valente (castigado), André Pedrosa, Mikel Agu e Alex Freitas, jogadores que estão a cargo do departamento médico, são as baixas dos vitorianos.

De regresso às opções estão os defesas Vasco Fernandes, André Sousa (regressam ambos após castigo) e Sílvio (debelou lesão).

Santa Clara, nono classificado com 37 pontos, e Vitória de Setúbal, 14.º com 32, defrontam-se no sábado, a partir das 15:30 horas, no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, sob arbitragem de Carlos Xistra, da associação de Castelo Branco.

Lusa.

  • O que houve de melhor no SBSR
    11:16
  • Descobrir as rotas do Alentejo
    14:59