Desporto

Benfica pode festejar em Vila do Conde, FC Porto obrigado a vencer na Madeira

MANUEL DE ALMEIDA

O Benfica visita no domingo o terreno do Rio Ave, numa 33.ª e penúltima ronda da I Liga de futebol em que pode confirmar o título nacional, caso o FC Porto tropece na Madeira, frente ao 'aflito' Nacional.

Os 'encarnados', que estão na liderança com dois pontos de vantagem sobre os atuais campeões nacionais, fecham a ronda em Vila do Conde e podem festejar a conquista o título, se horas antes o FC Porto não conseguia vencer o Nacional, equipa que ocupa o penúltimo lugar e está praticamente obrigada a vencer poder ainda ter alguma possibilidade de ficar no principal escalão.


A 'pressão' está toda em cima do FC Porto, já que uma derrota na Madeira entrega praticamente o título ao Benfica e pode deixar o Sporting ainda com esperanças de chegar ao segundo lugar e garantir o acesso à Liga dos Campeões do próximo ano. Os 'leões' recebem no sábado o Tondela, outros dos 'aflitos', uma semana antes de visitar os 'dragões'.


Os 'dragões' também podem, no entanto, vir a terminar a jornada na frente, só tendo para esse feito uma única combinação de resultados: têm de ganhar ao Nacional e esperar que, depois, o Benfica perca em Vila do Conde.


No último jogo fora de portas esta época, o Benfica chega a Vila do Conde na máxima força e com um registo de sete vitórias seguidas, tendo só por uma vez marcado menos do que quatro golos. Com Bruno Lage, ganhou mesmo todos os jogos em reduto alheio.


Contudo, nas duas últimas deslocações à casa do Rio Ave, o Benfica foi eliminado da Taça de Portugal, em 2017, e nesse mesmo ano já tinha deixado fugir dois pontos, com um empate (1-1).
Por seu lado, o Rio Ave ainda está na luta pelo sexto lugar, que dá acesso às competições europeias, visto que o Moreirense não se inscreveu na UEFA, e está a passar por uma dar melhores fases da temporada, com três triunfos nos últimos quatro jogos e um empate, o 'tal' (2-2) perante o FC Porto, que fez os 'dragões' caírem para o segundo lugar.


Obrigado a vencer na Madeira está o FC Porto, se ainda quiser ter alguma possibilidade de revalidar o título, num encontro em que não vai poder contar com o guarda-redes espanhol Casillas, que vai ficar afastado dos relvados por tempo indeterminado, e o médio mexicano e capitão Herrera, a cumprir castigo.


Só a vitória interessa aos 'dragões', mas o mesmo acontece com o Nacional, que precisa de um triunfo, algo que não consegue há oito jornadas, desde 02 de março, para ainda ter alguma esperança de fugir à II Liga.


A torcer por um triunfo da equipa de Costinha vai também estar o Sporting, que recebe o Tondela, numa altura em que já garantiu o terceiro lugar e ainda pode matematicamente chegar ao segundo, que abre as portas aos milhões da 'Champions'.


Com Sporting e FC Porto a defrontarem-se na última jornada, no Estádio do Dragão, uma derrota da equipa de Sérgio Conceição, e um triunfo sobre o Tondela, relança os 'leões' na luta pela Liga dos Campeões, numa altura em que vive a melhor fase da época, com 10 vitórias seguidas em todas as provas, nove na I Liga, incluindo um 8-1 imposto ao Belenenses no último fim de semana.


Na outra ponta da tabela, o Nacional pode acompanhar o Feirense na viagem até ao segundo escalão, enquanto o Tondela, mesmo que perca em Alvalade, ainda pode escapar à descida na última jornada, já que Desportivo de Chaves e Vitória de Setúbal defrontam-se em Trás-os-Montes, num duelo que promete ser decisivo para os dois emblemas.


A ronda arranca na sexta-feira com o Desportivo das Aves, com a permanência garantida, a receber o Moreirense, que tenta garantir o quinto lugar e terminar com um registo de três derrotas seguidas e quatro jogos sem vencer.

Lusa

  • Minutos salva-vidas
    20:48