Desporto

Famalicão oficializa saída do treinador Carlos Pinto

Carlos Pinto termina a sua ligação ao FC Famalicão por não possuir habilitação para treinar na I Liga.

O treinador Carlos Pinto deixou o comando técnico do Famalicão, que promoveu esta época à I Liga portuguesa em futebol, anunciou esta terça-feira o clube famalicense no site oficial.

O Famalicão, que terminou a temporada 2018/19 no segundo lugar da II Liga, justificou a saída de Carlos Pinto com base na existência de um acordo prévio entre o treinador e o clube.

“Alcançado o objetivo da subida ao principal escalão do futebol português, Carlos Pinto termina a sua ligação ao FC Famalicão. Não possuindo habilitação para treinar na I Liga, este desígnio estava previamente acordado entre as duas partes”, lê-se na publicação.

O Famalicão agradeceu a Carlos Pinto e à equipa técnica que o acompanhou, desejando-lhes “as maiores felicidades profissionais”.

Carlos Pinto foi o obreiro da subida de divisão do Famalicão, ao substituir Sérgio Vieira no comando técnico após a 26.ª jornada, festejando a segunda subida consecutiva à I Liga, depois de no ano passado ter promovido o Santa Clara.

A promoção do Famalicão foi confirmada quando faltavam três jornadas para o fim do campeonato.

O clube ficou no segundo lugar da tabela, com 69 pontos, menos cinco do que o campeão Paços de Ferreira e mais 15 do que o terceiro classificado, o Estoril Praia.

A agência Lusa contactou o Famalicão e fonte do clube indicou que o sucessor de Carlos Pinto deverá ser conhecido “entre esta e a próxima semana”.

Lusa