Desporto

Reconstituição do acidente de Reyes mostra a viagem fatídica a 237 km/hora

Primo do futebolista que sobreviveu ao acidente revela que o carro ia "a voar".

O jornal espanhol El Mundo fez uma reconstituição do dia da morte de José Antonio Reyes, nomeadamente a viagem de automóvel que originou o acidente fatal.

O despiste, que se deu quando o Mercedes Brabus S550 circulava a 237 km/hora, provocou dois mortos: Reyes e um primo do jogador.

O único sobrevivente, um outro primo do ex-Benfica, revelou, em declarações ao El Mundo, que o carro ia "a voar".

O estado em que ficou o carro de Reyes

O estado em que ficou o carro de Reyes

DR

O futebolista espanhol, que representava atualmente o Extremadura, morreu aos 35 anos.

Action Images

  • Palestinianos boicotam cimeira organizada pelos EUA no Bahrein
    2:50
  • André Rieu fez um vídeo para os fãs portugueses
    0:38