Desporto

Tóquio 2020 alerta visitantes para "tolerância zero" no consumo de canábis

Rafael Marchante

No Japão, a posse e consumo de canábis são passíveis de penas de prisão até cinco anos, e o tráfico até sete anos.

O presidente do Comité organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, Toshiro Muto, alertou hoje os futuros visitantes estrangeiros que o consumo de canábis tem tolerância zero no país.

"Existem países e regiões do mundo que recentemente suavizaram as suas regras em relação ao uso de canábis, mas no Japão o uso de esta substância constitui uma violação da lei, e a lei será cumprida", alertou o dirigente.

No Japão, a posse e consumo de canábis são passíveis de penas de prisão até cinco anos, e o tráfico até sete anos.

As autoridades não hesitam em divulgar casos de personalidades detidas pelo uso de estupefacientes, como forma de dissuasão ao público, mostrando muitas vezes na televisão artistas detidos devido à infração.

O caso mais recente envolveu um membro do grupo musical japonês Kat-Tun, que foi detido por posse de marijuana e saiu mediante o pagamento de 24.000 euros de fiança.

Lusa