Desporto

Piqué condenado a pagar 2,1 milhões de euros por fraude fiscal

PETER POWELL

Objetivo do jogador seria pagar menos impostos.

O futebolista Gerard Piqué terá que pagar 2,1 milhões de euros ao fisco espanhol, depois de hoje ter sido confirmada a sua condenação por fraude nos direitos de imagem, revelou fonte judicial.

O defesa central do FC Barcelona tinha recorrido da sentença do Tribunal Económico Administrativo Central, que o condenara ao pagamento de 1,5 milhões de euros por impostos em atraso, um montante acrescido de uma multa de 600.000 euros.

De acordo com a Audiência Nacional, que confirmou em 13 de maio a sentença, Piqué "simulou" a cedência de direitos de imagem à sociedade Kerard Project, com o objetivo de pagar menos impostos nos exercícios de 2008, 2009 e 2010.

"A omissão de declaração em Espanha dessas receitas foi, no mínimo, voluntária ou negligente", sublinhou o acórdão da Audiência Nacional.

O futebolista, campeão mundial em 2010 e campeão europeu em 2012, pretende apresentar um último recurso no Supremo tribunal.

Lusa.