Desporto

Guarda-redes do Ventspils punido com 10 jogos por conduta racista

Regis Duvignau

Em causa está o comportamento no encontro frente ao Gzira United, de Malta, para a Liga Europa.

O guarda-redes ucraniano Kostiantyn Makhnovskyi, do Ventspils, equipa da Letónia que é adversária do Vitória de Guimarães na Liga Europa de futebol, foi suspenso por 10 jogos pela UEFA devido a insultos racistas, anunciou hoje o organismo.

O Comité de Controlo e Disciplina da UEFA considerou que ficou provado que o guardião de 30 anos teve a 01 de agosto uma "conduta racista" com o senegalês Samb Amadou, no encontro frente ao Gzira United, de Malta, igualmente a contar para a Liga Europa.

Nesse encontro, Makhnovskyi e Amadou pegaram-se e acabaram por ser expulsos.

Além de falhar o duelo de hoje com o Vitória da Guimarães, em Riga, em que já estava castigado, o guarda-redes ucraniano é baixa certa no encontro da segunda mão, no Minho, em duelo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa.

Lusa

  • “Este despacho não é sobre casas de banho, é sobre pessoas”
    13:47