Desporto

Everton, de Marco Silva, não evita "nulo" na estreia na Liga inglesa

Dylan Martinez

Treinador português voltou a não conseguir vencer na estreia no campeonato.

O Everton, treinado pelo português Marco Silva, não saiu este sábado de um 'nulo' (0-0) na visita ao Crystal Palace, em jogo da primeira jornada da Liga inglesa de futebol, do qual o internacional português André Gomes saiu lesionado.

A iniciar a segunda temporada à frente dos 'toffees', Marco Silva voltou a não conseguir vencer na estreia no campeonato, tal como sucedeu na época passada, já com o Everton, e há dois anos, então ao serviço do Watford.

Além dos dois pontos perdidos em Londres, o Everton - que terminou reduzido a 10 elementos, por expulsão do francês Morgan Schneiderlin -- ficou privado do médio internacional português André Gomes no final da primeira parte, devido a lesão.

O Burnley estreou-se na 'Premier League' com um triunfo por 3-0 sobre o Southampton, que teve o lateral internacional luso Cédric Soares no banco, num encontro em que o avançado Ashley Barnes 'bisou', aos 63 e 70 minutos, antes de o islandês Johann Gudmundsson selar o triunfo dos 'clarets', aos 75.

Já o Brighton surpreendeu na visita ao Watford e venceu pelo mesmo resultado (3-0), com tentos de Abdoulaye Doucoure, na própria baliza, aos 28 minutos, Florin Andone, aos 65, e Neal Maupay, aos 77.

O recém-promovido Sheffield United arrancou a 'Premier League' com um empate 1-1 no terreno do Bournemouth. Chris Mepham adiantou os 'cherries', aos 62 minutos, mas Billy Sharp, aos 88, repôs a igualdade para os 'blades'.

No primeiro jogo do dia, o bicampeão Manchester City venceu por 5-0 no terreno do West Ham e juntou-se ao Liverpool no topo da classificação.

Um dia depois de os campeões europeus, e principais rivais da formação comandada por Pep Guardiola na temporada passada, terem vencido o Norwich, por 4-1, o City chegou ao intervalo a vencer por 1-0 frente à equipa do chileno Manuel Pellegrini, graças a um golo do brasileiro Gabriel Jesus, aos 25 minutos.

Com Bernardo Silva e João Cancelo no banco, os 'citizens' selaram a goleada com um 'hat-trick' de Sterling, aos 51, 75 e 90+1 minutos, e um golo do argentino 'Kun' Aguero, aos 86, na conversão de uma grande penalidade.

Lusa