Desporto

UEFA distingue adeptos do Dortmund pelo "trabalho incansável" no combate ao racismo

Wolfgang Rattay

Presidente da UEFA enalteceu "o exemplo importante" que o Dortmund deu aos outros clubes europeus.

Os adeptos do Borussia Dortmund, da Liga alemã, foram distinguidos pela UEFA pelo "trabalho incansável a longo prazo" no combate ao racismo e no apoio aos refugiados, anunciou esta quarta-feira o organismo que rege o futebol europeu.

Além do clube germânico, a UEFA distinguiu com o prémio "Equal Game" o adepto Scott Cunliffe, do Burnley, da Liga inglesa, também ele com um comportamento assente nos "modelos que destacam a diversidade, inclusão e acessibilidade no futebol", conforme refere o comunicado.

A UEFA especificou que o Dortmund se destacou por "combater a infiltração da extrema-direita no seu núcleo, transmitindo a mensagem clara de que o racismo, a intolerância e a discriminação não têm lugar no futebol" e ainda por adotar "uma política evidente sobre os direitos humanitários dos refugiados e requerentes de abrigo".

O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, enalteceu "o exemplo importante" que o Dortmund deu aos outros clubes europeus.

Já o adepto do Burnley vai dividir o prémio com o clube alemão por ter arrecadado mais de 60.000 euros para caridade, durante a temporada passada, tendo percorrido quase 5.000 quilómetros nas deslocações dos 'Clarets' para a 'Premier League'.

Lusa