Desporto

João Sousa cai 20 posições no ranking ATP com Nadal cada vez mais perto de Djokovic

Alastair Grant

Classificação divulgada hoje dá ainda conta da aproximação do espanhol Rafael Nadal ao líder sérvio Novak Djokovic.

Pedro Sousa ocupa agora o 123.º lugar do ranking ATP, após ter subido 2 posições no ranking mundial de ténis

Pedro Sousa ocupa agora o 123.º lugar do ranking ATP, após ter subido 2 posições no ranking mundial de ténis

Kin Cheung

O português João Sousa caiu 20 lugares no ranking mundial de ténis, passando a ocupar a 64.ª posição de uma classificação divulgada hoje, que registou a aproximação do espanhol Rafael Nadal ao líder sérvio Novak Djokovic.

O número um nacional, que foi eliminado pelo australiano Jordan Thompson na primeira ronda do US Open, há cerca de duas semanas, está cada vez mais longe do seu melhor resultado no ranking mundial, o 28.º lugar alcançado em maio de 2016.

João Sousa continua a ser o único representante luso no 'top 100' da hierarquia da ATP, uma vez que Pedro Sousa é 123.º colocado, após ter subido duas posições, e João Domingues é 179.º, depois de ter 'escalado' seis lugares.

Frederico Silva e Gonçalo Oliveira são 245.º e 254.º, respetivamente, sendo que o primeiro subiu 37 posições e o segundo 11.

A liderança do ranking continua a ser ocupada por Djokovic, à frente de Nadal, que no domingo conquistou o US Open e está agora à distância de 640 pontos do sérvio.

O suíço Roger Federer mantém-se no terceiro lugar, enquanto o quarto posto é agora pertença do russo Daniil Medvedev, finalista do torneio de Nova Iorque, que subiu uma posição, por troca com o austríaco Dominic Thiem.

O italiano Matteo Berretini, semifinalista do US Open, subiu 12 lugares na classificação e é agora 13.º colocado.

No ranking feminino, a australiana Ashleigh Barty ascendeu à liderança, tendo destronado a japonesa Naomi Osaka, que caiu para o quarto posto da hierarquia da WTA.

A nipónica foi, inclusive, ultrapassada pela checa Karolína Plísková e a ucraniana Elina Svitolina, segunda e terceira classificadas, respetivamente.

O principal destaque prende-se com a ascensão da canadiana Bianca Andreescu ao quinto posto, após ter vencido a final do US Open, frente à norte-americana Serena Williams.

A jovem, de 19 anos, subiu 10 lugares na classificação, sendo que há um ano nem figurava entre no 'top 200' feminino.

Com Lusa