Desporto

Mourinho diz que Bergwijn deve falhar o resto da temporada devido a lesão

David Klein

O futebolista holandês contraiu uma entorse no tornozelo esquerdo.

O treinador do Tottenham, o português José Mourinho, disse esta segunda-feira que o futebolista holandês Steven Bergwijn deve falhar o resto da temporada, depois de ter contraído uma entorse no tornozelo esquerdo.

Na conferência de imprensa de antevisão do jogo com os alemães do Leipzig, para a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, Mourinho foi logo questionado sobre a situação do avançado e não evitou alguns sorrisos, perante mais um problema físico que afeta o plantel dos 'spurs'.

"O Steven. Não prevejo que volte a jogar mais esta temporada", afirmou Mourinho aos jornalistas.

Contudo, o técnico luso recusou apontar o azar como causa para esta onda de lesões: "A lesão do Harry Kane foi a única que não foi traumática.

Foi típica do período de dezembro na 'Premier League'. Os restantes, tiveram todos lesões traumáticas: Lloris, Sissoko, Son.

É o que é. Estamos habituados. As primeiras lesões preocuparam-nos, mas, quando temos três ou quatro lesionados, ter cinco, seis ou sete já não é problema. Estamos confiantes".

O Tottenham informou hoje, através do site oficial, que Steven Bergwijn "sofreu uma entorse significativa no tornozelo esquerdo" durante a partida (1-1) contra o Burnley, da 29.ª jornada da Liga inglesa, no sábado.

De acordo com a mesma nota, o avançado holandês, de 22 anos, contratado ao PSV Eindhoven no mercado de inverno, "passará agora por um longo período de reabilitação", não podendo dar o contributo à equipa, na terça-feira, diante dos alemães do Leipzig, que no jogo da primeira mão venceram por 1-0, em Londres.

Além de Bergwijn, José Mourinho não pode contar com o francês Sissoko, o sul-coreano Son e o inglês Harry Kane, todos lesionados há várias semanas.

  • 380 mortos e mais de 13 mil casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS dá conta de 380 mortes e 13.141 casos de Covid-19 em Portugal. São mais 35 óbitos e 699 infetados em relação a ontem. A região Norte continua a ser a mais afetada, com 7.386 casos e 208 vítimas mortais. Há mais doentes internados mas menos casos em Unidades de Cuidados Intensivos, uma redução que se regista pela primeira vez desde o início da pandemia. Siga aqui ao minuto as últimas informações.

    Direto

    SIC Notícias

  • Especialistas dizem que contenção está a resultar em Portugal
    3:31