Desporto

Kaká: "CR7 é uma máquina, mas Messi é melhor"

Pedro Sepúlveda

Pedro Sepúlveda

Jornalista/Produtor Editorial

Antigo internacional brasileiro, em entrevista à FIFA, revela que um acidente quase o deixou paraplégico aos 18 anos

Kaká, antigo internacional brasileiro, Bola de Ouro em 2007, jogou com Cristiano Ronaldo no Real Madrid, mas diz que Lionel Messi "é melhor jogador".

"O Cristiano é uma máquina. Não apenas pela forma como é forte, potente e rápido, mas também é forte mentalmente. Quer sempre ganhar, quer jogar e ser o melhor. Esse é o aspeto mais incrível que ele tem. Já joguei com o Cristiano e é realmente incrível, mas prefiro o Messi. É um génio, é talento puro. A forma como joga é incrível", diz o jogador.

Kaká coloca Messi acima de Ronaldo, mas diz que os dois estão num plano muito elevado. " Na história do futebol estão definitivamente no top-5. Somos muito afortunados pode podermos ver os dois a jogar", acrescentou.

Na mesma entrevista, Kaká revelou também que teve um acidente aos 18 anos que quase o deixou paraplégico. "Tive um acidente numa piscina, bati com a cabeça e lesionei-me no pescoço ao bater no fundo. Fui ao hospital e perguntei ao médico quando podia voltar a jogar e ele disse-me: Ricardo, vai com calma, não é dia para fazeres essa pergunta, é um dia para agradeceres, porque na maioria destes casos, as pessoas não voltam a andar. Só nesse momento dei conta do quanto perigoso foi esse acidente", recordou.

Por fim, Kaká diz que sofreu mais com as eliminações do Brasil nos Mundiais de 2006 (Alemanha) e 2010 (África do Sul), do que na histórica goleada diante da Alemanha (1-7) em 2014, no Brasil. "Foi muito duro, mas perder em campo é mais difícil. Quando está em campo, estás ali e tens a possibilidade de mudar alguma coisa. Quando estás fora, resta-te apenas sofrer, por isso doeram-me mais as outras."