Desporto

Sporting diz que queixa da Sampdoria sobre Bruno Fernandes não tem cabimento

Carl Recine

A FIFA confirmou que vai investigar a transferência de Bruno Fernandes, depois de ter recebido uma queixa da Sampdoria.

O Sporting considerou esta quarta-feira que a queixa apresentada pela Sampdoria à FIFA, relativa a uma cláusula da transferência de Bruno Fernandes, não tem cabimento face a jurisprudência anterior, mas deixou a decisão nas mãos da FIFA.

Na opinião dos verdes e brancos, elencada em comunicado, "suportada em jurisprudência do Tribunal Arbitral do Desporto", a resolução unilateral do contrato "no verão de 2018 do jogador" com os italianos faz com que a cláusula referida perca "o efeito jurídico, não tendo a Sampdoria, consequentemente, quaisquer direitos futuros assinados posteriormente, nomeadamente a transferência para o Manchester United".

"A FIFA e, se necessário, os tribunais, esclarecerão cabalmente a questão", acrescentam os lisboetas, que contrataram o médio ofensivo em 2018 e venderam-no aos ingleses em janeiro deste ano, por uma verba inicial de 55 milhões de euros.

A Sampdoria apresentou uma queixa contra o Sporting, em relação a obrigações financeiras estabelecidas na transferência de Bruno Fernandes e das quais os 'leões' serão devedores.

"O clube italiano UC Sampdoria apresentou na FIFA uma queixa contra o Sporting Clube de Portugal, referente a obrigações financeiras estabelecidas no contrato correspondente à transferência do futebolista português Bruno Miguel Borges Fernandes", disse um porta-voz da FIFA à agência Lusa.

  • 21:07