Desporto

Villas-Boas prepara regresso a Marselha e quer "fazer boa figura" na 'Champions'

JOSE SENA GOULAO

Treinador português regressa a França na próxima segunda-feira

André Villas-Boas, treinador do Marselha, regressa a França na próxima segunda-feira para preparar a nova época e já projeta a próxima Liga dos Campeões de futebol, em que espera "fazer boa figura".

O treinador português deu hoje uma entrevista ao site RMC Sports ainda em Portugal, mas já de 'malas feitas' para o regresso em França, numa época que não acabou por causa da pandemia de covid-19.

Sobre o final abrupto da Liga francesa, o português lamenta, mas evita críticas: "O governo tomou uma decisão difícil para todos, do ponto de vista económico, já que se fala de sobrevivência. Mas o mais importante era a saúde, a proteção da vida humana. Penso que estava claro para todos... ainda se tinha de ver a matéria dos apuramentos para as provas europeias, mas as palavras do Primeiro Ministro foram muito claras, era para acabar".

A qualificação para a 'Champions', por o clube ir em segundo lugar, teve desta vez um sabor diferente. "Estamos todos longe e não estamos com os adeptos. Atingimos o principal objetivo da época, mas nem temos vontade de exprimir alegria numa situação destas - a época não acabou, a crise sanitária é desastrosa e a sobrevivência dos clubes é incerta".

"No dia em que a classificação foi oficialmente fechada, falei com os jogadores, porque somos vice-campeões e isso é um feito. Com o PSG e os seus recursos à frente, é como se fossemos campeões do resto, fizemos uma muito boa época e os jogadores têm muito mérito nisso, o grupo era o mesmo do ano anterior", disse ainda Villas-Boas.

Agora, fica a vontade de "fazer boa figura" na Liga dos Campeões."Não vamos ganhar a Liga dos Campões! Os investimentos feitos pelos clubes que disputam são absurdos", adverte, mesmo esperando resultados satisfatórios.

Para Villas-Boas, "jogar essa prova é já um enorme prestígio", dizendo esperar que "as noites no Velodrome sejam especiais". "Ficar em segundo ou terceiro no campeonato e apurar o Marselha para a Liga dos Campeões era o nosso objetivo, e uma boa figura também será importante para o ranking UEFA dos clubes franceses", acrescentou.

"A 'Champions' é intensa, com muitos bons jogadores, grandes equipas e grandes treinadores. Espero que o Marselha passe a fase de grupos, mas isso também vai depender muito do sorteio - se calhas num grupo de morte, acabou, é preferível ter uma equipa mais forte e depois três mais equilibradas", disse ainda.