Desporto

Ryan Gauld diz que "poderia ter sido mais bem tratado" no Sporting

http://www.scfarense.pt/noticias/ryan-gauld-refor-o-0

Jogador do Farense foi determinante no regresso dos algarvios ao primeiro escalão.

O escocês Ryan Gauld, atualmente no Farense, afirmou esta quinta-feira que poderia ter sido mais bem tratado no Sporting e que o emblema 'leonino' coloca "muita pressão" sobre os futebolistas jovens, quando são lançados na equipa principal.

"Sempre que um jovem aparece na primeira equipa, eles [responsáveis do Sporting] não querem dizer nada, mas é possível perceber que esperam que esse jogador seja o novo Cristiano Ronaldo. Isso é muita pressão para um miúdo. Não deviam fazer isso. Esse tipo de pressão não faz nada bem", afirmou Ryan Gauld.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, o médio contou que a sua passagem pelo Sporting, ao qual chegou apenas com 18 anos, até começou bem, mas depois "tudo passou a ser pior", sobretudo com a chegada de Jorge Jesus.

"Com o novo treinador, no início das épocas, era logo colocado de lado e nem tinha possibilidade de lutar por um lugar no plantel. Poderia ter sido mais bem tratado no Sporting, mas posso dizer que foi uma honra fazer parte de um clube tão grande."

O jogador de 24 anos, que foi apelidado de 'mini-Messi' quando ainda atuava no Dundee United, clube em que foi formado, recordou que, quando chegou ao Sporting, ficou sobretudo surpreendido com o nível que encontrou tanto na equipa de juniores como na equipa B.

"Havia alguma expectativa, já que o Sporting tinha pago bastante dinheiro por um jogador tão jovem, algo que não era frequente. Mas, logo nos primeiros treinos, vi que as equipas de jovens estavam cheias de jogadores brilhantes com apenas 17, 18 anos."

Após finalizar o contrato com os 'leões', em que passou grande parte do tempo cedido a outros clubes, Gauld assinou pelo Farense, da II Liga, e efetuou a melhor época da sua carreira, tendo sido determinante no regresso dos algarvios ao primeiro escalão.

"Quis continuar em Portugal, porque sentia que tinha a obrigação de mostrar neste país aquilo que posso fazer. Era apontado como um jogador com talento, mas que nunca o conseguiu demonstrar. Agora vou regressar à primeira divisão e vou provar a todos o meu valor."

Ao serviço do Farense, Gauld apontou nove golos em 24 jogos e foi várias vezes considerado o melhor jogador em campo.

No Sporting, o escocês fez cinco jogos e marcou dois golos, em 2014/15, sob a orientação de Marco Silva, mas depois nunca mais foi utilizado na equipa principal.

Na terça-feira, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) "fixou" as promoções à I Liga dos dois primeiros classificados da II Liga, Nacional e Farense, e a despromoção dos dois últimos, Cova da Piedade e Casa Pia, que terão ainda de ser aprovadas em Assembleia Geral do organismo.