Desporto

"Foi lindo". A ironia de Mourinho após discussão entre Lloris e Son

Hugo Lloris (esq) e Son Heung-min (dir) cumprimentam-se no final do jogo do Tottenham frente o Everton, para a Premier League.

XXSTRINGERXX xxxxx

Jogadores do Tottenham tiveram de ser separados pelos colegas de equipa, enquanto se dirigiam aos balneários.

O encontro entre o Tottenham e o Everton para a Premier League, da passada segunda-feira, ficou marcado por um incidente entre dois jogadores da equipa treinada por José Mourinho, enquanto as equipas se dirigiam para os balneários no final da primeira parte.

Hugo Lloris, guarda-redes e capitão do Tottenham, e o seu companheiro Son Heung-min, desentenderam-se numa discussão, e tiveram de ser os jogadores dos londrinos a separá-los.

Uma bola perdida pelo avançado sul-coreano, deu origem a uma oportunidade de golo ao Everton, que poderia ter empatado o encontro no último lance da primeiro tempo do jogo.

A desconcentração por parte do avançado não caiu bem ao guarda-redes francês, que foi pedir justificações.

No final do encontro, José Mourinho, ao seu estilo, desvalorizou o momento de tensão entre os seus jogadores, e respondeu com ironia.

"Foi lindo. Provavelmente é consequência das nossas reuniões"

O treinador português acrescentou ainda que Lorris teve uma atitude de "capitão", que pretende que os jogadores "façam mais no último minuto da primeira parte". Foram ditas "algumas palavras feias, mas penso que é algo importante para o crescimento da equipa".

No final do jogo, de forma a evitar rumores, o jogadores abraçaram-se em frente às câmaras

O Tottenham venceu o jogo por 1-0, com um auto-golo de Michael Keane, e ocupa agora a oitava posição da Premier League.