Desporto

Governo e DGS comparam festa do título ao São João. "Ajuntamentos não são permitidos", lembra PSP

Governo e DGS comparam festa do título ao São João. "Ajuntamentos não são permitidos", lembra PSP

Câmara do Porto cancelou o programa oficial das festas populares da cidade dois meses antes da data, para uma eventual festa do título deixa apenas o apelo para que as pessoas cumpram as regras da DGS.

Esta quarta-feira, centenas de adeptos do FC Porto, centenas de adeptos anteciparam a festa e acompanharam a partida do autocarro da equipa para Tondela.

Também no fim de semana a chegada ao estádio do Dragão, antes do jogo frente ao Belenenses SAD, foi feita por uma manifestação de apoio semelhante.

Posto este cenário, autoridades de saúde anteveem o que poderá vir a ser uma eventual celebração do campeonato esta quinta-feira, caso o FCP derrote o Tondela e o Benfica perca em Famalicão.

Câmara do Porto não emitiu nem avisos, nem recomendações

A Câmara do Porto cancelou com mais de dois meses de antecedência todo o programa oficial do São João.

Espalhou cartazes pela cidade e, mais perto da data, reuniu as autoridades para preparar a estratégia para a festa. Foi reforçada a fiscalização e o policiamento, as ruas não foram cortadas, os horários dos bares e restaurantes encurtaram e a circulação dos transportes públicos no centro da cidade ficou reduzida.

Já em relação a uma eventual festa do título, não há nem comunicados na página oficial, nem avisos, nem recomendações.

Contactada pela SIC, a autarquia garantiu que, em caso de vitória, não está prevista uma receção na Câmara, como habitual.