Desporto

Mário Silva é o novo treinador do Rio Ave

Mário silva (ao centro).

twitter.com

Técnico assinou por duas épocas.

O Rio Ave, da I Liga portuguesa de futebol, oficializou esta segunda-feira a contratação do treinador Mário Silva, que assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas.

O técnico, de 43 anos, que estava nos espanhóis do Almería, regressa a Portugal para se estrear como treinador principal de uma equipa do principal escalão do futebol nacional, sendo o sucessor de Carlos Carvalhal no comando da formação vila-condense.

Depois de uma carreira como jogador, com passagens por Boavista, FC Porto, pelos franceses do Nantes, e pelos espanhóis do Recreativo de Huelva e Cádis, Mário Silva abraçou a carreira como treinador, em 2010, ao serviço do Boavista, passando pelas camadas jovens dos 'axadrezados' até uma curta passagem como técnico da equipa principal.

Seguiu-se uma ligação ao futebol de formação do FC Porto, onde teve como maior feito, a conquista do título europeu de sub-19, em 2019, antes de se mudar para Espanha, onde assumiu a coordenação da formação do Almería e, no último mês, orientou os trabalhos da equipa principal, até ser rendido por José Gomes (ex-Marítimo).

Agora nos Arcos, Mário Silva está já a preparar o arranque da época do Rio Ave, agendada para 14 de agosto, uma vez que a formação vila-condense tem um compromisso da segunda eliminatória de acesso à Liga Europa, em 17 de setembro.

Mário Silva promete Rio Ave a jogar de forma "ambiciosa e atrativa"

Mário Silva, novo treinador do Rio Ave, clube da I Liga Portuguesa de futebol, prometeu colocar a equipa vila-condense a praticar um estilo de jogo "ambicioso e atrativo".

"O modelo que quero é uma equipa que pratique um bom futebol, que jogue sempre com ambição de vencer, tendo o ataque como grande mais valia, mas não descurando os outros momentos do jogo. Quero uma equipa que se imponha, com um futebol de ligação e atrativo", disse Mário Silva.

O treinador, que se vai estrear técnico principal numa equipa da I Liga, agradeceu ao Rio Ave "a oportunidade que ficará para sempre marcada na carreira", e reconheceu a "responsabilidade" de dar sequência ao crescimento que o clube tem tido nas últimas épocas.

"Não é uma herança fácil, mas no futebol temos de ser ambiciosos. Num clube com esta dimensão, que tem vindo a crescer, o mérito é da estrutura, mas também dos treinadores que por cá passaram, e cujo trabalho não podemos descurar, nomeadamente, o que fez, na época passada, o Carlos Carvalhal", vincou Mário Silva.

O novo timoneiro dos vila-condenses agradeceu a "coragem do Rio Ave em, mais uma, vez apostar num treinador jovem" e espera que sua experiência internacional, nomeadamente quando conduziu os sub-19 do FC Porto à conquista do título europeu, possa ser uma mais valia para o desafio que tem de colocar o Rio Ave na fase de grupos da Liga Europa.

"Ter disputado uma Youth League, onde a exigência é muito alta, pela qualidade das equipas e dos treinadores, já nos dá alguma bagagem para conseguir novos desafios. Sabemos que este ano, pelas circunstâncias, não é um objetivo fácil, mas temos de estar fortes e tentar chegar o mais longe possível", vincou Mário Silva.

Primeira experiência enquanto treinador de uma equipa da Primeira Liga

Depois de uma passagem pelo estrangeiro está de volta ao futebol português para suceder a Carlos Carvalhal no comando técnico do Rio Ave.

Novo treinador "foi um risco assumido"

Já o presidente do Rio Ave, disse que contratação do novo treinador "foi um risco assumido", mas falou numa escolha "consciente e responsável", depois de analisadas as suas "boas credenciais e potencialidades".

"O Mário Silva é o homem da nossa confiança. Será o nosso orgulho e no final da época vamos dizer que valeu a pena. O nosso contrato será de duas épocas e isso comprova fortemente a convicção que temos nas suas qualidades", disse António Silva Campos.

O dirigente reconheceu que o clube tinha "outras hipóteses em cima da mesa" e apesar de agradecer a outros treinadores que foram contactados, considerou foi feita "uma escolha com confiança".

"O Rio Ave é um clube que aceita grandes desafios e que tem sido uma rampa de lançamento para grandes treinadores. Qualquer técnico que esteja no Rio Ave tenho a certeza que será valorizado. Mário Silva não foge à regra", acrescentou o dirigente.

Com o novo técnico virão mais quatro elementos - um adjunto, um preparador físico, um treinador de guarda-redes e um analista -, cujos nomes serão divulgados em breve, mantendo-se Augusto Gama como 'treinador da casa'.

O plantel vila-condense regressa aos trabalhos em 14 de agosto, uma vez que tem o compromisso da segunda pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga Europa já a 17 de setembro.

  • 14:18
  • 2:34