Desporto

Roma, de Paulo Fonseca, fica pelo caminho na Liga Europa

Paulo Fonseca (esq) e Edin Dzeko, avançado da equipa italiana.

Wolfgang Rattay

Jogo frente ao Sevilha foi disputado em campo neutro.

A Roma, do treinador português Paulo Fonseca, falhou hoje o apuramento para os quartos de final da Liga Europa de futebol, ao perder por 2-0 com o Sevilha, que acompanha o Bayer Leverkusen, vencedor por 1-0 sobre o Rangers.

Espanhóis e alemães juntam-se ao já apurados Manchester United, FC Copenhaga - pela primeira vez nesta fase da prova -, Inter Milão e Shakhtar Donetsk, treinado pelo português Luís Castro.

Os andaluzes vão agora medir forças com o vencedor do desafio entre Olympiacos, orientado pelo português Pedro Martins, e Wolverhampton, treinado pelo compatriota Nuno Espírito Santo, enquanto o Inter de Milão é o adversário do Bayer Leverkusen nos quartos.

A história do jogo

Numa eliminatória a uma só mão, disputada em Duisburgo, na Alemanha, a formação romana esteve irreconhecível, apática e permitiu aos andaluzes instalarem-se quase sempre no seu meio-campo, para, praticamente, sentenciaram o jogo.

O jovem central francês Kounde, de 21 anos, deu o primeiro sinal de perigo aos 12 minutos, quando cabeceou à barra da baliza de Pau Lopez, que já não teve mãos para evitar os remates certeiros de Sérgio Reguilon (22) e En Nesyri (44).

O lateral esquerdo espanhol recebeu um passe de Banega, cavalgou sobre dois adversários para finalizar já dentro área.

Em cima do intervalo, foi o avançado marroquino a dar a melhor sequência ao cruzamento de Lucas Ocampos, em mais um lance muito consentido pela defensiva romana.

Com o jogador mais talentoso da Roma, Nicolo Zaniolo, a passar ao lado do jogo, a melhor oportunidade só aconteceu aos 51 minutos, pelos pés de Mkhitaryan, com o remate a sair rente ao poste.

No tempo de compensação, aos 90+10, o defesa Mancini ainda recebeu ordem de expulsão.

Bayer Leverkusen confirmou passagem com vitória por 1-0 sobre o Rangers

Também em solo germânico, na BayArena, os farmacêuticos entraram confortáveis em campo, diante do Rangers, carrasco do Sporting de Braga na fase anterior, face à vantagem por 3-1 alcançada na primeira mão, na Escócia.

A jogar em casa, o domínio voltou a pertencer aos alemães, apesar de só terem conseguido chegar à vantagem no segundo tempo, abrindo o marcador pelo francês Moussa Diaby, aos 51 minutos, depois de receber um passe a rasgar a defensiva adversária de Aranguiz.

A final a oito da Liga Europa vai disputar-se em Dusseldorf, Colónia, Duisburgo e Gelserkirchen, de 10 a 21 agosto.

  • 15:42