Desporto

"É um orgulho" ser o jogador mais caro do futebol português

RUI MINDERICO

Avançado uruguaio custou 24 milhões de euros.

O novo avançado do Benfica Darwin Núñez afirmou hoje, no decorrer da sua apresentação, no Seixal, que ser o jogador mais caro da história do futebol português é "um orgulho".

Contratado por 24 milhões de euros ao Almería, da segunda divisão espanhola, que ainda reservou o direito a receber 20% de uma mais-valia obtida numa futura transferência, o jovem, de 21 anos, disse que tem "muita vontade e ilusão de vestir" a camisola do Benfica e recusou que o preço que os 'encarnados' pagaram pela sua contratação seja um peso adicional sobre os seus ombros quando entrar em campo.

"Para mim é um orgulho, porque trabalho cada dia para o meu futuro, creio que estou a fazer as coisas bem, sempre com humildade e pés bem assentes na terra. Isso não é um peso para mim, é uma responsabilidade e espero fazê-lo da melhor forma possível", assumiu o novo dono da camisola número 9 da equipa de Jorge Jesus.

Assumindo que ainda não conhece muito bem o novo técnico, mas dizendo saber que "ganhou muitos títulos no Flamengo", o avançado considerou que, por esse motivo, Jesus "é uma boa peça para o Benfica" e garantiu estar à sua disposição para "aprender e escutar".

"Ainda não tive a oportunidade de falar com o mister, mas acho que vou fazê-lo amanhã (sábado). Espero que me dê confiança e tenho de lha devolver dentro de campo", admitiu.

Chegado a Lisboa na quarta-feira, para assinar um contrato válido por cinco épocas, o mais recente reforço dos 'encarnados' já teve a oportunidade de assistir à partida com o Sporting de Braga, onde ficou a saber que Vinícius "é muito bom jogador" e um avançado "inteligente", com quem promete ter "uma competição saudável".

Assumindo que "gostaria que o Cavani estivesse aqui", no Benfica, o jovem uruguaio desvalorizou o facto de o clube ter falhado a contratação do seu compatriota e prometeu "dar o melhor para ajudar os companheiros" e ficar na história do Benfica.

"Vim para conquistar títulos e espero que corra tudo bem. Quero ficar muitos anos no Benfica e quando um dia me retirar, ficar como um ídolo do clube. Houve ofertas de muitos clubes, mas quando me falaram do Benfica disse logo que queria vir. É um grande, é a primeira vez que vou jogar na primeira divisão na Europa e vou dar o melhor para que corra tudo bem", concluiu o avançado.

Núñez ultrapassou o valor da contratação de Raul Jiménez

Darwin Núñez protagonizou hoje a transferência mais cara de sempre do futebol português, com o Benfica a pagar 24 milhões de euros ao Alméria pela sua contratação, ultrapassando neste campeonato o mexicano Raul Jiménez, antigo jogador dos encarnados.

Núñez assinou um contrato por cinco anos e terá o peso de ser o maior investimento de sempre do Benfica na sua equipa de futebol, destronando Jiménez, atualmente no Wolverhampton, que chegou à Luz em 2015/16 e custou um total de 21,8 milhões de euros.

Formado no Penarol, Núñez tem 21 anos e cumpriu em 2019/20 a sua primeira época no futebol europeu no Alméria, da segunda divisão espanhola, tendo assinado 16 golos em 32 jogos.

O avançado tem apenas 15 minutos pela principal seleção do Uruguai, mas tempo suficiente para já ter um golo marcado, no particular com o Peru (1-1), em outubro de 2019.