Desporto

Benfica congela venda de bilhetes anuais enquanto existirem restrições ao público

Carl Recine

Clube vai manter os habituais direitos de preferência na aquisição dos lugares anuais detidos atualmente pelos associados, quando as referidas limitações de acesso forem levantadas.

O Benfica suspendeu a venda dos bilhetes anuais enquanto "existirem restrições ao nível das assistências" devido à covid-19, e, se houver um período transitório de acesso reduzido de público, o mesmo funcionará através de bilhetes, informaram hoje as 'águias'.

O clube da Luz revelou ainda, através do seu sítio na internet, que vai manter os habituais direitos de preferência na aquisição dos lugares anuais detidos atualmente pelos associados, quando as referidas limitações de acesso forem levantadas.

E acrescentou que, caso haja um período transitório com redução da lotação da Luz, com o acesso ao estádio dependente da aquisição de bilhete, pode vir a implementar "mecanismos específicos que privilegiem a compra por parte dos atuais detentores de Red Pass".

Até lá, os sócios detentores de bilhete anual mantêm os seus direitos de acesso gratuito à visita ao estádio e ao museu Cosme Damião.

Os 'encarnados' assinalam que se encontram a "acompanhar de perto os desenvolvimentos neste âmbito" e que vão continuar a informar os seus associados sempre que houver dados relevantes.

RECINTOS DESPORTIVOS CONTINUAM SEM PÚBLICO

Recintos desportivos vão continuar sem público, considerando a diferença de comportamentos das pessoas entre estar num estádio de futebol ou numa sala de cinema ou teatro.

A decisão contraria a pressão que tem sido feita em força pelo futebol. Para os dirigentes que se têm queixado de discriminação em relação à cultura, António Costa responde na primeira pessoa.

Veja também:

  • 21:07